Afinal de contas, para que serve o elevador social?

O uso do elevador social costuma causar muitas polêmicas nos condomínios. Muitos usuários o associam a aspectos elitistas, o que pode gerar constrangimento entre os funcionários.  

Na verdade, o elevador social e o de serviço servem para trazer conforto e organização à rotina do condomínio. Eles não têm como objetivo separar os passageiros por critérios sociais.  

Para que você entenda esse assunto com mais clareza, evitando problemas e orientando adequadamente os seus funcionários, preparamos este artigo. Boa leitura! 

Funcionários podem usar o elevador social? 

Sim. Ainda que o regimento interno oriente que esse veículo não possa ser usado por funcionários, por lei, a proibição de uso considerando aspectos sociais é considerada discriminatória.  

Existem exceções à regra, como quando o elevador entre na casa ou no apartamento do morador. Contudo, se ele para no corredor o uso pode ser compartilhado.  

Então, qual o objetivo do elevador social? 

Manter um condomínio funcionando exige a mão de obra de muitos profissionais. Caberá à zeladora a tarefa de limpar o local, recolhendo o lixo. Aos prestadores de serviço, cabe a missão de trabalhar para que todos os equipamentos funcionem adequadamente etc.  

Assim, fica inviável para que esses profissionais desempenhem suas funções se o elevador estiver sempre lotado. Ademais, eles precisam de espaço para transportarem equipamentos.  

Ao mesmo tempo, os moradores não poderiam esperar essas tarefas serem concluídas para que pudessem se locomover. É para evitar esse tipo de problema que existe a distinção entre o elevador social e o de serviço.  

Quando o morador deve usar o elevador de serviço? 

Quando ele está com carrinho de supermercado, quando está com um cão de médio ou grande porte, é recomendado que ele use o elevador de serviço para não atrapalhar os demais usuários.  

Alguns regimentos internos afirmam que pessoas que acabaram de usar a piscina e estão molhadas também devem fazer uso desse veículo. Na dúvida, consulte o regimento interno para evitar multas.  

Como vimos, o elevador social não tem nenhum caráter associado à classe social do usuário, portanto, empregos domésticos e funcionários do condomínio podem usá-lo, desde que não estejam transportando equipamentos de trabalho. A proibição de uso pode gerar processos judiciais na área civil e trabalhista.  

Gostou deste artigo? Então, curta nossa página no Facebook! 

(11) 2059-1628
(11) 2548-2169

(Atendimento 24 horas)

vendas@surmonter.com.br

Rua Antônio Ferraciolli, 405 - Jardim Catarina, São Paulo - SP, 03910-070

© SURMONTER FABRICAÇÃO E MANUTENÇÃO DE ELEVADORES - 2019 Todos os direitos reservados

desenvolvido por Public Online